(Re)escrever

MENU

Foi lançado no dia 24 de Novembro, no museu Nogueira da Silva, em Braga, o livro “Transcrever”.

Os bairros sociais são lugares convencionalmente negligenciados e desvinculados das estruturas sociais das cidades contemporâneas, associados a uma conotação negativa que tem vindo a crescer ao longo do tempo e que se reflete em sentimentos generalizados de perigo, medo e exclusão por parte da sociedade corrente. Braga é uma cidade que segue este exemplo relativamente a três bairros sociais específicos: o Bairro Social das Enguardas, o Bairro Social de Santa Tecla e o Complexo Habitacional do Picoto. Estes três bairros lidam com uma série de problemáticas, rumores e preconceitos que impedem a possibilidade de uma melhor integração dos seus habitantes nas estruturas existentes de Braga. Partindo desta premissa e de modo a combater equívocos e descriminação patentes nestes bairros especícos, os Space Transcribers foram convidados pelo Município de Braga para a criação de um projeto de intervenção social, cujo objetivo visasse transcrever narrativas renovadas sobre a história urbana destes bairros e sobre os modos de vida das suas comunidades. Seguindo este contexto, a presente publicação compila toda a investigação teórico-prática desenvolvida ao longo do período de um ano (2017-2018) e resultante do projeto “Transcrever: Ações Participativas nos Bairros Sociais de Braga”, criado e organizado pelos Space Transcribers e inserido no projeto “(Re)Escrever o Nosso Bairro”, promovido pelo Município de Braga.
 
O livro divide-se em cinco capítulos que correspondem à cronologia segundo a qual o projeto se desenvolveu, procurando aliar duas componentes relevantes que traduzem o processo de trabalho: uma mais visual, refletida no lado documental das práticas desenvolvidas nos bairros e de imagens/mapas criados e reproduzidos para novas interpretações; e outra mais teórica/empírica, que enquadra e reflete sobre as experiências vividas in situ.

O lançamento do livro decorreu no Museu Nogueira da Silva, no dia 24 de Novembro de 2018.

Uma versão digital do livro pode ser consultada através do seguinte link: http://spacetranscribers.com/PT/projetos/2018-11-24-livro-transcrever/